Você sabe como dizer NÃO ASSERTIVO?

Aprenda a dizer não sem se sentir culpado?

De Vera Martins

Quando você diz não para alguém você se sente culpado?

Já sei, a resposta é: depende da pessoa.

Se for uma pessoa que mal conheço e não tenho ligação nenhuma, não tenho nenhuma dificuldade. Mas se for alguém que tenho ligação afetiva ou profissional, aí fica difícil dizer um não.

E quando digo, fico me justificando, mostrando ao outro que não sou responsável pelo não, pois a situação me obriga a dizer o não.

Agora, se estou com raiva do outro e me sinto lesada aí o não sai facilmente porém impulsionado pela emoção da raiva e não administrado pela sua vontade. Mais tarde, pode vir o arrependimento e você voltar atrás no seu não.

Na verdade, aprendemos desde pequeno, que a palavra não é uma comunicação violenta que agride as pessoas. E não deixa de ser verdade, pois a palavra NÃO é uma negativa ao outro e que implica na frustração de alguém.

O segredo de dizer um Não para alguém, é entender que o não é para a situação/ coisa e não é uma negativa ao ser humano que é o outro, ou seja:

Diante de um problema que exige o seu Não, você pode e deve ser duro com o problema em si e delicado/educado com a pessoa. Até para dizer algo que você não está gostando e quer dizer o não, você pode dizer calmamente e com educação, porém com firmeza e auto- confiança naquilo que você pensa e sente.

O segredo está em Separar a pessoa do problema, ao dizer o não: “uma coisa é não querer sair hoje com você, outra coisa é, eu não gostar de você.”

Negocie o não: Se o seu NÃO vai atender só o seu problema e vai prejudicar o outro, negocie com ele o seu Não.

 O importante é ser verdadeiro com você mesmo. Não fique se enganando! Não gere conflitos internos desnecessários que o levem a se sentir mal e desconfortável!

Seja bem resolvido, e diga NÃO quando for a melhor resposta que você tem para dar!
Continuar lendo Você sabe como dizer NÃO ASSERTIVO?

Você tem o pensamento acelerado?

Sindrome Pensamento Acelerado

Gente, em alguns momentos essa síndrome me pega. Quando assumo mais compromissos do que meu tempo disponível, meus pensamentos parecem um turbilhão. Normalmente, nessas situações, vou caminhar pelo bairro e converso com diversas pessoas conhecidas. Assim distraio minha mente e volto com a mente mais tranquila e pronta para organizar minha agenda. Faço minha lista, divido grandes projetos em etapas, começo a executar as menores tarefas para meu cérebro se sentir satisfeito e recompensado com o término mais rápido e minha energia produtiva cresce cada vez mais. Tem dado certo. Mas leia a matéria da revista “Meu cérebro”.

Compartilhe as técnicas que você tem utilizado para driblar seu pensamento acelerado.

Um abraço

Vera Martins – veramartins@assertiva.com.br

ASSERTIVA PROTAGONIZANDO A EDUCAÇÃO – SÉCULO XXI

PROTAGONIZANDO A EDUCAÇÃO

Os 4 pilares da educação propostos para o século XXI

Conforme o programa das Nações Unidas o desenvolvimento é a inspiração para a educação do século XXI, sustentando-se em 4 pilares do aprendizado.

A ideia é olhar a educação como um processo contínuo que não se limita somente ao desenvolvimento cognitivo e sim abrangendo os quatro níveis do aprendizado:

Untitled

Educação é algo que nunca chega ao fim. Enquanto nosso cérebro executar novas conexões neurais, estamos aprendendo. Por isso, acreditamos no desenvolvimento das pessoas. E queremos fazer a diferença na vida desses profissionais e das empresas clientes.

Nossa missão é transformar o profissional que habita em cada ser humano em um protagonista do seu próprio desenvolvimento, com atitudes assertivas e ações de transformação individual e coletiva, condição necessária para desenvolver profissionais maduros, conscientes e potentes na condução de times de trabalho de alto desempenho.

Nós, da Assertiva, estamos muito sintonizados nas demandas atuais da educação das pessoas, no mundo corporativo. E nossa atenção está focada nos quarto pilares da educação para o século XXI:

  • Aprender a conhecer: é a motivação na busca dos conhecimento.
  • Aprender a fazer: Adquirir habilidades através da vivencia e da prática dos conhecimentos adquiridos.
  • Aprender a conviver: É o respeito ao próximo, a convivência com a diversidade e a cooperação entre as pessoas, através do diálogo ético e respeitoso. Este nível do aprendizado fortalece a EMPATIA e a construção de laços afetivos, tão importantes para a maturidade emocional
do ser humano.
  • Aprender a ser: É a compreensão de si mesmo, através do diálogo interior, honesto e verdadeiro. É o ápice do autoconhecimento, da autorregulação, ou seja, a pessoa a tinge uma maturidade emocional e mental de tal forma que consegue desenvolver a si e influenciar no desenvolvimento do outro.

O nosso objetivo final é levar nosso cliente ao nível de SER, e com uma postura protagonista, o cliente é o seu próprio agente de transformação.

Assim, O modelo pedagógico utilizado pela Assertiva é o do CICLO VITAL DE APRENDIZAGEM de David A Kolb que passa por 4 estágios, sem ponto final.

ciclo

O modelo mostra que através de uma EXPERIÊNCIA VIVENCIAL ou fazendo algo (fase 1) pode-se chegar a uma etapa de OBSERVAÇÃO E REFLEXÃO (fase II). Esa atitude de refletir sobre o já vivido, por sua vez, permitirá a elaboração, abstração e GENERALIZAÇÃO (fase III, conceitos estes que poderão ser testados através de uma EXPERIMENTAÇÃO (fase IV).

O circuito não se encerra no 4o. Estágio. Pelo contrário é através da EXPERIMENTAÇÃO do teste dos conceitos adquiridos que pode se iniciar uma nova experiência vivencial.

 

 

Você é um Líder Consciente?

TRANSFORME SUA EMPRESA! DESENVOLVA LÍDERES CONSCIENTES!

Um Líder Consciente faz bem a todos: à organização, ao time e a ele mesmo!!!

O Líder Consciente possui um propósito maior de vida que o torna um engajador de pessoas. É coerente e age baseado em seus valores e crenças, enxergando o outro na sua totalidade. Possui visão clara do contexto e os impactos das interfaces entre homem x meio ambiente x resultados organizacionais.

O Líder Consciente é um grande transformador, um agente de mudanças. Ele não está preocupado com sua imagem e seus interesses pessoais, e sim focado em um propósito maior com impactos significativos, alinhando o seu propósito ao propósito da organização.

Seu autoconhecimento é tão bem desenvolvido que conhece claramente seus atributos e as fragilidades a serem desenvolvidas. Sua humildade o ajuda tanto a potencializar suas fortalezas em prol do time e da organização, como a reconhecer suas fragilidades, promovendo o seu próprio desenvolvimento.

O Lider consciente é maduro nas relações, inspira pessoas, desenvolve relações construtivas e tem um pensamento assertivo, focado na solução do problema e atingimento de resultados.

O líder consciente é imparcial com os próprios pensamentos, no sentido de entender com clareza suas próprias escolhas e assim poder assumir responsabilidade por decisões e ações que venha ter.

O Líder Consciente expande sua mente em prol de um mundo melhor.

SUA EMPRESA TAMBÉM PODE TER LÍDERES CONSCIENTES

Conte conosco para estruturar seu programa de desenvolvimento de líderes conscientes, com sua “cara”.

Como influenciar positivamente seu chefe

Eu resolvi publicar esta matéria que escrevi porque tenho sido questionada com bastante frequência e com certo desespero dos profissionais, como se relacionar e tratar um chefe difícil, agressivo, inseguro, etc.

Eu não desejo que você seja a inimiga número 1 do seu chefe por conta de não saber lidar com ele. O que mais quero é que você seja craque no processo de influência positiva e que transforme seu chefe em seu parceiro.

Por isso, resolvi escrever as 8 dicas que seguem ou/e você pode assistir ao VIDEO . 

Continuar lendo Como influenciar positivamente seu chefe